Apoio psiquiátrico segue mais de 200 doentes na região de Viseu

2022-10-07

Apoio psiquiátrico segue mais de 200 doentes na região de Viseu

O coordenador da equipa disse à Lusa que “temos consultas individuais da especialidade, visitas domiciliárias gerais de acompanhamento dos utentes e administração terapêutica antipsicótica nos doentes que têm quadros psiquiátricos graves, além de psicoterapia e intervenções de grupo”.

Hugo Afonso contou à agência Lusa que a equipa que coordena é composta por sete profissionais, ele enquanto médico psiquiatra, dois enfermeiros, um psicólogo, uma assistente social, uma terapeuta ocupacional e uma assistente técnica para o trabalho administrativo.

“A nossa intervenção acaba por ser mais próxima do utente, porque, além de estarmos no centro de saúde, evita-se deslocações ao hospital. E como somos uma equipa com profissionais diferentes, acabamos por dar um apoio mais completo”, referiu.

Segundo o médico, o projeto-piloto começou “oficialmente em fevereiro de 2021 e, nessa altura, acompanhava 32 utentes” referenciados pelos médicos de família e pelo coordenador do grupo.

Ao longo do tempo, o número subiu para 230.  Entre as pessoas que a equipa tem acompanhado, estão “doentes entre os 18 e os 94 anos, em que a idade média são os 53 anos”.

Na sua “maioria, são mulheres, com uma percentagem de 63%”.
 

Lusa