Feira de São Mateus com maior número de entradas de sempre

2022-09-28

Feira de São Mateus com maior número de entradas de sempre

Em média, estiveram 25.956 pessoas por dia na feira, disse Pedro Alves aos jornalistas, acrescentando que “houve dias com muito menos”, como um em que choveu muito e durante o qual apenas se registaram cinco mil entradas, e outros com perto de 60 mil.

Pedro Alves referiu que houve “um aumento de vendas de 40% na bilhética” o que mostra que a escolha do cartaz – que contou com os nomes internacionais de Álvaro de Luna, Grupo Revelação, Kevinho, Luccas Neto e Melim – foi “ao encontro das expectativas da comunidade”.

Um quarto da faturação de bilheteira foi realizada ‘online’ e com vendas efetuadas em mais de dez países da Europa e da América do Sul.

Segundo o responsável da Viseu Marca, que é a entidade responsável pela organização executiva da Feira de São Mateus, verificou-se também “uma redução muito grande das ocorrências em termos de segurança”.

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, destacou o importante trabalho desenvolvido pelo “centro nevrálgico da proteção civil” na feira, que decorreu entre 04 de agosto e quarta-feira.

“As pessoas, na feira, devem sentir segurança”, realçou. Diariamente, estiveram entre 34 e 88 operacionais empenhados em garantir a segurança e a prevenção de riscos no recinto.

No que respeita à inovação tecnológica, Pedro Alves disse que foram vendidas mais de 25 mil pulseiras e feitas cerca de 38 mil transações digitais, no âmbito do sistema ‘cashless’, que permite fazer pagamentos sem dinheiro.

“Dá-nos um bom indicador para futuro, em função daquilo que forem as nossas decisões no próximo ano nesta matéria, sabendo nós que o processo de transição digital é irreversível”, sublinhou.

A 630.ª edição da Feira de São Mateus foi “a primeira sem gastos públicos”, uma vez que “não requereu qualquer contrapartida financeira por parte da Câmara e alcançou um resultado que permitirá à Viseu Marca executar o seu plano de atividades para o marketing territorial e ‘branding’ durante o resto no ano, mitigando o efeito da sazonalidade das atividades”.

Nos 49 dias de certame, pouparam-se “mais de meio milhão de copos descartáveis de plástico” e, segundo Pedro Alves, o grande desafio da próxima edição será a sustentabilidade, com a aposta na certificação da feira como “o primeiro evento sustentável do país desta natureza”.

“Se temos um número significativo de expositores e temos um milhão de entradas na Feira de São Mateus, temos também este dever para com o planeta de ajudar, do ponto de vista pedagógico, a criar bons hábitos a quem nos visita”, defendeu o responsável.