CHTV com aumento de 40 por vento das intervenções cirúrgicas

2022-01-13

CHTV com aumento de 40 por vento das intervenções cirúrgicas

O diretor clínico do Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) disse  que o aumento de 40,8%, em 2021, das intervenções cirúrgicas e a redução da lista de espera “é notável” e resulta de um esforço adicional.

Segundo os dados enviados à agência Lusa pelo CHTV, em 2021 houve um total de 22.844 intervenções cirúrgicas, mais 40,8% do que em 2020, ano em que realizou 16.220, ou seja, mais 6.624 que no ano anterior.

Estas intervenções dividem-se por cirurgias com internamento e em ambulatório, onde o aumento foi maior, de 51,7%, ou seja, mais 4.831, chegando às 14.178 em 2021, quando em 2020 foram 9.347. Em internamento, 2021 registou 8.666, mais 1.793, que representam um acréscimo de 26,1% em relação 2020, ano em que o CHTV realizou 6.873 cirurgias.

Eduardo Melo lembrou que “2019 foi normal, 2020 foi totalmente disfuncional, em que toda a atividade parou, o ano do grande confinamento, e 2021 é um ano misto, em que temos muitos meses com atividades suspensa e outros meses numa tentativa de retoma”.

“Por isso, retomar, em 2021, uma atividade idêntica a 2019 já é notável para qualquer hospital. E fazer ainda mais - e nós fizemos um pouco mais - é muito relevante. Se compararmos 2019 com 2021, fizemos mais 600 intervenções cirúrgicas, ou seja, mais 2,7%”, comparou.

 

Lusa