Almeida Henriques repudia decisão do INEM de enviar helicóptero para Loures

2020-06-01

Almeida Henriques repudia decisão do INEM de enviar helicóptero para Loures

Para o presidente da câmara de Viseu esta decisão  “maltrata, mais uma vez, os territórios do Interior”.

“O município de Viseu foi surpreendido esta segunda-feira,  com o anúncio público do INEM da deslocalização do helicóptero atualmente estacionado no Aeródromo Municipal Gonçalves Lobato, para o Heliporto de Salemas, em Loures”, afirma Almeida Henriques, em comunicado, divulgado pela Lusa.

O INEM anunciou hoje, em comunicado, que o helicóptero atualmente posicionado em Viseu irá ser “relocalizado temporariamente no heliporto de Salemas, em Loures, de forma a manter a operacionalidade deste meio aéreo e sempre no cumprimento estrito de todos os requisitos e normas aplicáveis à operação aeronáutica”.

O helicóptero vai operar a partir de Salemas até que seja implementada uma solução definitiva que permita a certificação do heliporto de Santa Comba Dão como base permanente.

O INEM avança que esta solução está a ser trabalhada entre as entidades responsáveis, tendo sido garantido ao instituto que a criação das condições necessárias para a certificação do heliporto irá acontecer num curto espaço de tempo.

Almeida Henriques afirma que “a autarquia estranha e lamenta” ter tido conhecimento desta decisão através dos jornalistas e também por a deslocalização ser já na quinta-feira.

“O município repudia a saída deste importante meio de emergência médica da região, constatando e lamentando os argumentos pouco sólidos que estão na base desta decisão”, adianta o comunicado da edilidade de Viseu.