Câmara de Tondela realiza testes à Covid-19 “em bombeiros do concelho que tenham transportado no

2020-04-22

Câmara de Tondela realiza testes à Covid-19 “em bombeiros do concelho que tenham transportado no

A Câmara realiza testes à covid-19 “em bombeiros do concelho que tenham transportado nos últimos 14 dias doentes suspeitos ou que, depois disso, tenham transportado um doente que venha a revelar-se positivo”.

Segundo um comunicado de imprensa, até à data a autarquia “tem vindo a suportar parte dos custos dos testes” e, a partir de agora, “as instituições deixam de ter qualquer custo na realização” de análises à covid-19, “fruto de um projeto desenvolvido com o Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

"Assalto revolucionário" no Teatro Viriato, em Viseu O Teatro , propõe que o 25 de Abril deste ano se comemore com um "assalto revolucionário", recuperando a memória de 1974 no âmbito do programa comemorativo "Há Revolução na Montanha".

De sexta-feira a domingo, Aldina Duarte, Jorge Silva Melo, Joana Craveiro, Alexandra Freudenthal, Tânia Guerreiro, Estêvão Antunes e Jorge Andrade vão ocupar não só o Festival Telefónico, iniciado em março, mas também o SubPalco, o novo palco do Teatro Viriato na internet.

Em comunicado, o Teatro explica que, tal como em 1974, esta revolução "inicia-se com a senha e contrassenha que dão o sinal para avançar, lado a lado, com os capitães deste abril, Aldina Duarte e Jorge Silva Melo".

Esta será "uma comunicação com transmissão 'online' para assistir no SubPalco, na sexta-feira, às 10:00 e às 22:55", acrescenta.

Para sábado, foi desenhado um "programa em várias frentes", no qual "o Teatro do Vestido, com a cumplicidade do Teatro Viriato, sobe a montanha da liberdade", avançando "pelas ruas de Lisboa, com a estreia da performance 'E naquele dia saímos para uma cidade lavada e livre', construída propositadamente para assinalar o dia 25 de abril de 2020".

"Ao longo de 12 horas, e até às 20:00, Joana Craveiro com a sua lancheira, um mapa e alguns objetos, reencontrar-se-á no percurso da revolução", explica o Teatro Viriato, acrescentando que, "ao longo deste novo assalto, comunicados poéticos serão lançados, partilhando assim as 'estórias' da história de uma revolução, sempre em direto para o SubPalco".

No domingo, o Consultório Revolucionário regressará com o Teatro do Vestido, centrando-se na libertação dos presos políticos de Caxias.

"Tal como o dia 25 de Abril de 1974 ecoou na imprensa estrangeira, também este novo assalto irá além-fronteiras, com o encenador e dramaturgo Jorge Andrade, da Mala Voadora, que irá analisar a imponderabilidade do curso da História", acrescenta.