Câmara da Guarda antecipa pagamentos a fornecedores

2020-03-26

Câmara da Guarda antecipa pagamentos a fornecedores

A Câmara Municipal da Guarda vai antecipar os pagamentos a fornecedores locais e proceder à "injeção de mais de um milhão de euros nas empresas", com o objetivo de minimizar os efeitos da covid-19, foi hoje anunciado.

"Com o objetivo de minimizar o impacto negativo que a pandemia da covid-19 está a provocar na economia, fruto também da situação inerente ao estado de emergência decretado pelo Presidente da República e por forma a dar uma ajuda suplementar à economia local, a Câmara Municipal da Guarda vai pagar até ao final da semana (27 de março) a todos os seus fornecedores", refere a autarquia em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

O município da Guarda, presidido por Carlos Chaves Monteiro, refere na nota que os pagamentos "contemplam todos os fornecimentos feitos à autarquia até ao último dia do mês de fevereiro, o que permite a injeção de mais de um milhão de euros nas empresas dos mais diversos ramos de atividade".

"Neste momento excecional, em que os nossos comerciantes e empresários estão a viver um período dramático e que vai certamente agravar-se se não forem tomadas medidas radicais por parte do Governo, a Câmara Municipal da Guarda dá, assim, [o] seu contributo à economia local, pagando a tempo e horas", lê-se.

A autarquia refere ainda que a medida só é possível porque "tem tido ao longo destes últimos seis anos uma gestão rigorosa dos seus recursos financeiros".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera, e 2.995 infeções confirmadas.

(RTP)