Teatro Viriato aposta no envolvimento dos jovens viseenses e na dança inclusiva

2020-01-14

Teatro Viriato aposta no envolvimento dos jovens viseenses e na dança inclusiva

A diretora, Paula Garcia, na sessão pública de apresentação da nova programação disse que quer afirmar o Teatro Viriato como um projeto que, fiel à sua missão, se importa com a voz das crianças e dos jovens, contribuindo para a sua formação como cidadãos, conscientes da sua necessária participação no futuro desta casa”,

Os jovens voltam a participar em mais uma edição do Pedra – Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes, que, “desta vez, é sobre o trabalho da coreógrafa Vera Mantero” e cuja estreia está marcada para abril, referiu.

Também neste mês, é apresentado o resultado da oitava edição do K Cena – Projeto Lusófono de Teatro Jovem, que levará a Viseu a encenadora Chica Carelli, do Teatro de Vila Velha, de Salvador da Bahia (Brasil), e a Cabo Verde o encenador residente do Teatro Viriato Graeme Pulleyn, acrescentou.

A responsável do grupo anunciou que, este ano, será levado a várias escolas do concelho o Programa de Desenvolvimento Dançando com a Diferença. Trata-se de “uma iniciativa de formação artística em contexto escolar, financiada pelo programa Viseu Educa e que contempla a oficina ‘1+1’ e a residência artística ‘Coro de Mudança’”, disse.

Segundo Paula Garcia, o trabalho artístico que tem sido desenvolvido com o Grupo Dançando com a Diferença “tem provocado o envolvimento de muitas vozes para a transformação do discurso público sobre a inclusão e a acessibilidade”.

No total, a programação do Teatro Viriato conta com mais de 40 propostas culturais, para diferentes públicos, durante este semestre.

 

(Lusa)