Programa Viseu Património com nova orientação para os próximos dois anos

2019-12-13

 Programa Viseu Património com nova orientação para os próximos dois anos

A Câmara deu luz verde a um acordo que, segundo o presidente, “abre as portas de uma cooperação técnica e científica do Instituto de Estudos Medievais” da Universidade Nova de Lisboa na segunda fase do programa Viseu Património. Almeida Henriques afirmou que o acordo prevê “investigação, desenvolvimento de projetos e formação”. 

O autarca acrescentou que esta cooperação será desenvolvida em articulação com o Polo Arqueológico de Viseu e com o Museu de História da Cidade de Viseu, entre outras entidades e serviços.

A professora e investigadora Catarina Tente, que foi responsável por trabalhos de investigação sobre a Cava de Viriato e o período da pré-nacionalidade portuguesa, assumirá as funções de coordenadora científica do programa municipal, trabalhando em articulação com o vereador da Cultura e do Património, Jorge Sobrado.

Segundo Almeida Henriques, a nova orientação do Viseu Património foi uma das prioridades definidas pelo grupo de reflexão que esteve na origem deste programa municipal.

O vereador Jorge Sobrado disse que, em janeiro, vão ser apresentados os oito projetos que constituem a segunda fase do Viseu Património.