São Pedro do Sul aprova orçamento de 31 milhões de euros para 2020

2019-11-08

São Pedro do Sul aprova orçamento de 31 milhões de euros para 2020

Do lado da despesa, as previsões efetuadas indicam um montante de despesa corrente de cerca de 14,816 milhões de euros e uma despesa de capital que ronda os 15,957 milhões de euros”, segundo um comunicado enviado à agência Lusa.

O ano de 2020 “será crucial para atingir alguns objetivos definidos”, como, por exemplo, “a conclusão da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Valgode, a conclusão do Parque Empresarial de Pindelo dos Milagres e a respetiva instalação de empresas naquele local, a conclusão do Parque Urbano da cidade e a efetivação das obras na Escola Secundária” de São Pedro do Sul.

Entre os destaques para o próximo ano,  “e mudando um pouco o paradigma das necessidades” a agenda municipal tem como prioridade “as questões da mobilidade, as alterações climáticas, a Biorregião e a valorização mais efetiva dos recursos endógenos, com especial incidência na floresta e nas serras”.

Assim, o executivo assume que fará um “forte investimento na área do saneamento, no Centro Intermodal de Transportes, no corredor de mobilidade suave na ligação do centro histórico às Termas e em melhores acessos nas zonas urbanas para facilitar e promover a mobilidade pedonal”.

“A requalificação da zona do S. Macário e zonas periféricas e o incentivo à promoção e certificação de produtos locais, como por exemplo, a Vitela de Lafões” e a agricultura biológica, são outros dos destaques do orçamento para 2020.

O orçamento municipal foi aprovado pelo executivo socialista composto por cinco mandatos, e dois votos contra dos sociais-democratas da oposição.