Viseu está no topo dos municípios mais eficientes

2019-11-07

Viseu está no topo dos municípios mais eficientes


Em resposta da autarquia à preocupação dos vereadores socialistas sobre a situação financeira da edilidade, Almeida Henriques garante que a autarquia de Viseu é de boas contas, paga a tempo e horas, tem reduzido  o seu endividamento e tem saúde financeira para investir. Trata-se de uma conclusão que se deve retirar do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2018

No ano passado, a diferença entre receita e despesa foi de 21,2 milhões de euros e neste vai ultrapassar os 20 milhões. 

De acordo com o Presidente da Câmara Municipal,num comunicado enviado aos jornalistas, “só seria possível ter despesas superiores às receitas se a edilidade se  tivésse endividado ou se estivéssem a dever a fornecedores, o que não é o caso”.

“O Município de Viseu é um dos 100 mais eficientes do País, está na posição 38 a nível nacional nos Municípios de Média Dimensão, e no contexto do distrito de Viseu até subiu de 5º. para 4º. lugar”, constata o edil.

A par disso, o Município de Viseu tem a menor dívida de médio e longo prazo dos últimos 15 anos – reduziu de 22 milhões de euros em 2012 para 11,4 milhões de euros em 2018, isto é, para metade.

Almeida Henriques afirma que “com a poupança que foi fazendo, o Município preparou-se para este ciclo de investimento”. O Presidente do Município garante que paga a 17 dias, e é por isso que todos as empresas querem fornecer Viseu. 

Outro dado irrefutável diz respeito à autonomia financeira, que é de 79% em 2018 e em 2012 era de 71%, o que significa que “tem estado sempre a crescer”.

Para o autarca  “só pode investir quem poupou”. O Presidente da Câmara Municipal, lembra que só nos últimos 6 anos foram investidos “mais de 230 milhões de euros em diferentes obras, quase todas financiadas a 100% pelo nosso orçamento municipal”.

(Notícias de Viseu)