O PS venceu as legislativas sem maioria absoluta

2019-10-07

O PS venceu as  legislativas sem maioria  absoluta

As eleições de domingo resultaram numa nova maioria de esquerda, e agora com mais um partido, o Livre, que elegeu pela primeira vez uma deputada, mas o parlamento viu também crescer o número de forças à direita, com a eleição de deputados pelos estreantes Iniciativa Liberal e Chega, cada um com um eleito.

Ainda assim, as forças à direita têm um dos piores resultados de sempre, somando menos de 35% dos votos, mas que só poderá ser avaliado de forma definitiva quando estiverem apurados os resultados dos círculos da Europa e de Fora da Europa e atribuídos os respetivos mandatos.

O PAN, que subiu de um para quatro eleitos, tem recusado situar-se à esquerda ou à direita.

Com os resultados do território nacional já apurados, as forças políticas da chamada ‘geringonça’, que apoiaram o Governo minoritário do PS chefiado por António Costa desde 2015, têm em conjunto 2.688.011 votos.

A taxa de abstenção bateu um novo recorde, ao situar-se nos 45,5%, segundo a Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna.