Quatro pessoas morrem colhidas em 2 dias no distrito de Viseu

2018-03-19

Quatro pessoas morrem colhidas em 2 dias no distrito de Viseu

Quatro pessoas morreram atropeladas em menos de 48 horas, no distrito de Viseu.

O caso mais recente aconteceu na madruga deste domingo, na EN222, junto à freguesia de Espadanedo, em Cinfães. Três mulheres morreram em outros dois acidentes, em Viseu. Ontem, em Cinfães, Jaime Ferreira, 55 anos, proprietário de um restaurante em Castelo de Paiva, estava a sair de casa, pela 01h30, quando foi colhido por um carro.

"À nossa chegada ainda apresentava sinais vitais. Iniciámos manobras de reanimação, mas o óbito acabou por ser declarado no local", explicou Paulo Soares, comandante dos Bombeiros de Nespereira.

O condutor, de 20 anos, que não acusou álcool, "terá ficado encadeado com as luzes de outro carro que circulava em sentido oposto", avançou fonte da GNR de Viseu, que está a investigar. Já no sábado, as amigas Maria Idalina Pereira e Zilda Pereira, ambas de 67 anos, faziam uma caminhada na berma da estrada quando foram atropeladas por um vizinho, que seguia com as duas netas de sete anos, e perdeu o controlo do jipe que conduzia, na estrada de acesso ao aeródromo municipal de Viseu.

Na sexta-feira, uma mulher de 54 anos morreu atropelada na passadeira por um carro.

"Esta sucessão de atropelamentos com mortes preocupa- -nos. Os peões devem seguir o mais à direita possível, em sentido contrário à circulação automóvel. E os automobilistas devem ser mais prudentes, tendo por base o código da estrada", aconselhou António Dias, da GNR de Viseu.

(CM)