Obras na Escola Cantina Salazar arrancam este mês em Santa Comba Dão

2019-08-21

Obras na Escola Cantina Salazar arrancam este mês em Santa Comba Dão

Num comunicado colocado na página da Internet do município, é referido que “a primeira fase das obras de requalificação da Escola Cantina Salazar em Centro Interpretativo do Estado Novo vai avançar ainda no decorrer deste mês de agosto, prevendo-se que esteja concluída até ao final do ano”.

O auto de consignação da empreitada, no valor de cerca de 150 mil euros, já foi assinado e agora “é altura de avançar com este projeto, cujas obras projetadas abrangem o exterior e uma parte do interior do antigo e icónico equipamento escolar”, explica.

Segundo a autarquia, no exterior, haverá a substituição da cobertura e da caixilharia e a limpeza e tratamento das paredes. No interior, a reabilitação contempla uma das salas que, nesta fase, se destinará “à apresentação de conteúdos multimédia e exposições temporárias, servindo de alavanca para a futura musealização de todo o espaço”.

A substituição integral das infraestruturas elétricas e de comunicações é outra intervenção a efetuar.

“Este será um local para o estudo do Estado Novo e nunca um santuário para nacionalistas. O que vai ser dado a conhecer é um período de 50 anos da história do nosso país, que teve como figura chave Salazar”, garante o presidente da Câmara, Leonel Gouveia.

O autarca acrescenta que, “de modo algum, se pretende contribuir para a sacramentalização ou diabolização da figura do estadista”, sendo o objetivo, “apenas e só, fazer um levantamento científico e histórico de um regime político, enquanto acontecimento factual”.

Segundo Leonel Gouveia, o projeto do Centro Interpretativo do Estado Novo terá uma segunda fase, estando a musealização a ser preparada pelo Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra.

Este será um dos edifícios da região Centro que integrará a Rota das Figuras Históricas, alusiva a personalidades determinantes da história do século XX.

António Oliveira Salazar nasceu no Vimieiro, uma freguesia do concelho de Santa Comba Dão, mas a criação de um espaço dedicado àquele período da história portuguesa não tem sido pacífica ao longo dos anos.


(CMSCD)