“Dia de Viriato” na Feira de São Mateus

2019-08-20

“Dia de Viriato” na Feira de São Mateus

A entrada no recinto vai ser gratuita para feirar com toda a família e os mais pequenos, com várias propostas imperdíveis neste dia temático dedicado ao mítico herói lusitano da cidade de Viseu. 

O dia arranca logo pela manhã com uma comemoração especial, em ano de triplo aniversário. Celebram-se 90 anos da instituição do “Dia de Viriato” e da realização da primeira gincana automóvel, em 1929, e o 30º aniversário do Clube Automóvel de Viseu, uma das entidades promotoras das concentrações e passeios de carros clássicos, ao longo dos anos. Entre as 9H00 e as 13H30, a Avenida da Europa acolhe um passeio de automóveis antigos e uma “prova de perícia” à moda de antigamente. O memorial termina com o almoço dos automobilistas e exposição dos veículos no recinto da Feira de São Mateus. 

O Dia de Viriato continua a respirar história pelo dia adentro. Às 16 horas, no Pavilhão Multiusos, o GICAV – Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu apresenta a exposição de Banda Desenhada intitulada “A Portuguesa – História de um Hino”. A obra, com autoria e ilustração de José Pires, é composta por 12 painéis que contam a história do aparecimento do Hino Nacional, “A Portuguesa”. Na exposição, estará, ainda, patente, um conjunto de 23 desenhos originais da autoria de artistas nacionais e locais sobre este tema. 

Às 17 horas, na Praça de Viriato, tem lugar a conversa “Os Dinossauros também feiram”, com alguns dos mais antigos feirantes e colaboradores da organização da Feira de São Mateus. Recuar no tempo da Feira 40, 50 ou até 60 anos para trazer a sua memória ao presente é o objetivo do encontro. 

Pelas 18 horas, regressa o Peddy-Paper “À Descoberta de Viriato”, que irá pôr à prova as famílias de Viseu. A prova começa na Cava de Viriato e irá percorrer alguns pontos da cidade, em busca das respostas aos enigmas mais desafiantes. Esta atividade é gratuita e não carece de inscrição prévia. 

“O Dia de Viriato traduz o forte revivalismo e o envolvimento comunitário que definem o projeto de revitalização da Feira de São Mateus”, explica Jorge Sobrado, Vereador da Cultura do Município de Viseu e Gestor da Feira de São Mateus. “A programação é um resgate do baú histórico da Feira no presente. Respira memórias coletivas da cidade, imaginários e tradições, por todos os poros”. 

O dia termina com atuações musicais “made in Viseu”. No Palco Farmácia Viriato, o Rancho Folclórico de Torredeita e o Rancho Folclórico de Orgens são os grandes protagonistas do folclore na Feira – outra tradição secular –, no final de tarde de domingo. À noite, a Real Tunel, Tunadão e Infantuna apresentam-se no Palco Santander, pelas 21H30. 

Recuperado em 2014 pelo Município de Viseu, o Dia de Viriato é uma das grandes tradições do certame, comemorando, em 2019, 90 anos desde a sua primeira realização. 

 

(CMV)