Viseu volta a ser palco do festival Tons de Primavera

2019-05-11

Viseu volta a ser palco do festival Tons de Primavera

A quinta edição do evento é “a maior de sempre”, com 15 novas intervenções de arte urbana que se juntam às 45 já existentes na cidade e nas freguesias circundantes.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu, descreve esta como “uma edição de maturidade”. O atributo fica evidente pela “atracção de artistas internacionais”, como Lula Goce e Miquel Wert, “dois dos nomes mais influentes da arte urbana em Espanha”, e pela geração de artistas locais. Jorge Sobrado disse que  festival conta com um número recorde de cinco artistas ou colectivos de Viseu: Rosália Marques, Rosário Pinheiro, YouthOne, Luís Daniel e o colectivo Ergo Bandits.

No panorama internacional, o artista plástico cabo-verdiano Tutu Sousa,  intervem no posto da GNR de Abraveses, e o brasileiro UTOPIA, que vai fazer uma pintura na Associação de Tondelinha, fazem companhia aos dois artistas espanhóis.

O cartaz fica completo com os portugueses Hazul, Regg, Pedro Raposo Mendes, Oker & Asno, Glam e a dupla Draw & Contra, que vai homencagear Dom Zeferino, uma referência da gastronomia viseense, com um grande mural na rua Ponte de Pau.

O Tons da Primavera 2019 conta ainda com a participação de quatro artistas femininas — Lula Goce, Rosália Marques, Rosário Pinheiro e Glam —, “a maior de sempre”. O Museu do Quartzo, a Escola da Ribeira e o Parque Vil de Souto são alguns dos locais que a ser intervencionados.


(PÚBLICO)