Português vítima mortal dos ataques no Sri Lanka é de Viseu

2019-04-21

Português vítima mortal dos ataques no Sri Lanka é de Viseu

O português era técnico de automação e energia numa empresa de Vouzela. O dono da empresa, Augusto Teixeira, recorda o empregado, como uma “pessoa extremamente dedicada, disponível a 100% para a empresa e para quaisquer projetos que se envolvesse e com valores humanos que são difíceis de encontrar nas pessoas“.

Rui Lucas e a mulher, Sílvia, estavam de lua-de-mel no Sri Lanka e tinham casado há uma semana.  

A mulher do português continua no país e pediu ao Governo ajuda para “regressar rapidamente” a Portugal. O casal estava hospedado no Hotel Kingsbury, em Colombo, um dos hotéis que foi alvo de ataques bombistas.

207 mortos e mais de 400 feridos. É o balanço, ainda provisório, de vários ataques que tiveram como alvo igrejas cristãs e hotéis em pelo menos três cidades diferentes no Sri Lanka.

 

(Observador)