Viseu apoia plano de formações de restauração

2019-04-08

Viseu apoia plano de formações de restauração

O presidente da Viseu Marca afirmou que "Podemos olhar para estas formações como uma espécie de penso rápido das competências profissionais e não deixa de o ser, já que estamos a falar de formações de curta duração, de três horas de formação para profissionais, potenciais profissionais e público interessado em diversas áreas".

Jorge Sobrado anunciou que esta formação é "uma das 30 medidas do plano de ação do Viseu 2019 Destino Nacional de Gastronomia", uma vez que tinha sido identificada a "necessidade de capacitação dos operadores e qualificação dos profissionais dos setores do turismo, de hotelaria e dos bares e similares".

Línguas estrangeiras como inglês, francês e espanhol, o atendimento, serviço de vinhos, características do vinho do Dão e gastronomia beirã são alguns dos temas para três horas da formação que está agendada para acontecer entre 17 de abril e 12 de junho, a partir das 15:00 e até às 18:00.

São três horas para poder ser apelativo e atrair os interessados, porque não vale a pena escamotear que esta questão da formação não é fácil e não é ainda vista por muitos empresários como um caso de necessidade real, disse o vice-presidente da AHSREP.

Jorge Loureiro acrescentou que, "apesar das empresas estarem obrigadas por lei a cumprirem um conjunto mínimo de formações ao longo do ano, a verdade é que muitas formações estão lançadas e ficam desertas" e sobre este assunto, disse, “a AHRESP tem uma experiência muito vasta”.